Terça, 07 de Julho de 2020
(67) 999415041
Oeste Paulista LGBTFobia

Em Presidente Epitácio, jovem transexual é xingada e agredida em ponto de ônibus

Após decisão do Supremo Tribunal Federal em junho de 2019, crimes de LGBTfobia, assim como discursos de ódio, serão enquadrados na lei de racismo

28/04/2020 13h06 Atualizada há 2 meses
Por: Jeferson Silva
Foto: Reprodução/Jusbrasil
Foto: Reprodução/Jusbrasil

Na madrugada do último sábado (25), uma jovem foi vítima de agressões físicas e ameaças na praça do cruzeiro, famoso ponto de ônibus no município. O crime ocorreu quando um rapaz ligeiramente alterado foi ao local buscar o irmão que conversa com a vítima e outros dois amigos. De acordo com testemunhas que estavam presentes, o agressor passou a insultar o grupo que, acionou o 190.

Durante a chegada dos policiais, o rapaz havia ido embora, retornando alguns momentos depois com xingamentos mais intensos e ameaças de morte. Gabrielly; a vítima, passou a ser atacada fisicamente com chutes pelo corpo, além de golpes no rosto e, só parou quando amigos da vítima tentaram afastar o homem, a fim de cessar as agressões.

A jovem teve dentes, maxilar e lábios lesionados, na segunda feira (27), o grupo foi à delegacia registrou um boletim de ocorrência em que alega agressões físicas, ameaças e injurias.

Na manhã terça feira (28), o Comitê de Promoção Dos Direitos Humanos, Igualdade Étnico-Raciais e de Gênero do Instituto Federal De São Paulo (IFSP) com sede no município, divulgou nota de repúdio à violência sofrida por Gabrielly, estudante do Campus.

Taxa de Agressões no Brasil

Segundo o Comitê, com dados da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), o combate a violência se faz urgente no estado brasileiro, pois o país “ocupa 1º lugar no ranking mundial dos assassinatos de pessoas trans durante os últimos 10 anos. Pesquisas realizadas em 2019 denunciam que 99% da população LGBTI afirmaram não se sentirem seguras no pais e que diariamente 11 pessoas transsexuais são agredidas no Brasil. A expectativa média de vida de travestis e transexuais é de apenas 35 anos, contra 75 anos do restante da população”, conclui.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Bataguassu - MS
Atualizado às 12h40 - Fonte: Climatempo
32°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 33°

31° Sensação
21.4 km/h Vento
27.7% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (08/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (09/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 24°

Sol com muitas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias