Quinta, 16 de Setembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Bataguassu - MS

Opinião Artigo

Qual o papel do jornalista em tempos de Pandemia?

A crise sanitária instaurada mundialmente tem elencado a importância de várias profissões e, o jornalismo é uma delas.

26/06/2020 às 17h05 Atualizada em 27/06/2020 às 16h24
Por: Jeferson Silva
Compartilhe:
Foto: Ilustração
Foto: Ilustração

No incorrimento dos dias à medida em que a pandemia toma dimensões cada vez maiores, o jornalista tem tido uma alçada importante no meio da bagunça governamental brasileira: o compromisso com a informação e o combate às fake News. Com a eclosão do caos sanitário ainda sem rumo para acabar, as redes sociais tornaram uma gigantesca importância social, além de permitir o contato com familiares e parentes, vendas a delivery tem sido uma constate na tentativa de contornar o problema comercial e conseguir o ganho de uma sobrevida financeira.

Por sua vez, aplicativos de mensagens instantâneas, facebook, entre outras, têm sido também fontes inesgotáveis para indivíduos mal-intencionados: “a barca do maleficio social” e informações ilegitimadas, tem se tornado cada vez mais delicada na hora que o usuário comum entra em contato com links fraudulentos e informações infundadas, é o que chamamos de “a separação de joio do trigo”, atitude e cuidado que nunca antes se fez tão necessária em um momento como o qual nos foi imposto.

E o encaixe do jornalismo?

Como dito anteriormente, a separação daquilo que é crucial para aquilo que é “o resto” tem colocado o jornalismo à flor da pele. A pós-verdade, conceito criado pela academia Oxford, demonstra e incessante luta do comprometimento com a verdade e com o pacto firmado do compromisso de verdade e apuração com a sociedade.

Eleição

Voltemos algumas casas anuais, o ano é 2018. Quem lembra da polêmica e conturbada campanha eleitoral, percebeu que jornalistas criaram uma central de departamento para investigar as publicações compartilhadas por milhares de pessoas simultaneamente. Mas não é só a política que tem caído no endosso dos mal-intencionados, o exemplo disso é a área da saúde. Quem aí já se deparou com as receitas milagrosas e mirabolantes em qualquer banner de internet no navegador? Aposto que você sim! A difusão de promessas de enxague bucal com limão, ácidos presentes em vinagres, álcool e até com a tão falada hidroxicloroquina para eliminar o Coronavírus que desde dezembro de 2019 – atualmente, tem assombrado e assolado terras em diversos países e é fomentado como cura sem a devida procura de um profissional da área. É aí que o jornalista entra em ação para desmistificar todo esse processo de disseminação da falsa cura.

O jornalismo não possui apenas o papel de “ponte” de tirar a informação de um lugar e leva-lo a outro, mas também de duvidar, questionar e ser curioso para entender o processo de criação e propagação por trás de uma notícia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Jeferson Silva
Jeferson Silva
Sobre Jornalista e repórter do Portal Notícias em Rede.
Bataguassu - MS Atualizado às 20h44 - Fonte: ClimaTempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 31°

Sex 38°C 19°C
Sáb 40°C 21°C
Dom 41°C 23°C
Seg 42°C 24°C
Ter 41°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias