Sábado, 24 de Julho de 2021
(67) 999415041
Bataguassu Bataguassu

Crítico ferrenho da administração, Vereador Renatinho vira governista

Vereador que já classificou a gestão Akira como 'medíocre' agora faz parte da base do prefeito

30/06/2021 18h33
Por: Redacao Fonte: Cenário MS
Vereador que já classificou a gestão Akira como 'medíocre' agora faz parte da base do prefeito. (Foto: Assessoria)
Vereador que já classificou a gestão Akira como 'medíocre' agora faz parte da base do prefeito. (Foto: Assessoria)

Reviravolta. Assim podemos classificar a decisão tomada nesta segunda-feira (28) pelo vereador Renatinho (PSDB), que por meio da palavra livre anunciou sua ida para a base do prefeito Akira Otsubo (MDB), que a partir de agora terá maioria na Câmara Municipal. Durante os seis meses de gestão o vereador fazia parte do grupo de vereadores que se destacavam como oposição ao gestor municipal.

A decisão confundiu a cabeça dos eleitores que acompanham a política de Bataguassu. Ela, pode ter várias explicações, mas o que fica 'martelando' são os discursos realizados pelo vereador antes da aproximação com o prefeito e a questão dela vir a menos de 10 dias da abertura do processo de cassação de Akira pela Câmara Municipal. Diante deste cenário, os questionamentos são muitos, as possíveis respostas que são poucas. Ou o vereador aderiu ao discurso de 'união' plantado pela base do prefeito ou Akira busca a todo custo apoio dentro da Casa de Leis para amenizar o desconforto com as duas CPIs abertas pelo Poder Legislativo contra sua administração.

Uma coisa é certa! As críticas feitas pelos vereadores nas sessões da Câmara, causam um desconforto muito grande na administração municipal, muitas que vem direto da população e são repassadas ao público pelos vereadores. Críticas estas como as do vereador Renatinho, que por diversas vezes direcionou críticas à gestão e na última vez que usou a palavra livre chegou a acusar a prefeitura de comemorar uma derrota contra os servidores, no caso dos 40% de insalubridade, e disse que a administração de Akira Otsubo era "medíocre".

"Eu não consigo entender a comemoração desta vitória onde o grande prejudicado foi o funcionário público. Vitória não pode ser comemorada contra o povo. Eu me sinto cada dia mais preocupado, Santa Casa lotada com pacientes misturado com pacientes com covid, casos aumentando a cada dia, funcionários não recebem a insalubridade e hoje fiquei sabendo que na gestão passada a pediatria atendia 45 consultas por dia e agora está atendendo 24, com a mesma quantidade de médicos ou seja que administração é essa? E ai não querem que você fala nada! Você tem que ficar quieto! Você tem que ouvir da população, absorve deixar o povo a mercê desta administração medíocre. Eu se sou o prefeito, eu trocava 99% desse povo que está do lado dele. Esse povo vai cassar ele! Não vai demorar! Não somos nós que estamos buscando sua cassação, eles que estão entregando com os parceiros considerados deles estão provocando situações. Agora querem fazer as coisas fora da lei, vai ter problemas com essa Casa. Essa Casa está aqui para fiscalizar! Agora se trabalhar dentro da lei, qual o problema que vai ter com essa Casa? Agora quando a coisa for bagunçada. Querem fazer as coisas por baixo dos panos e por fora, como que esta Casa vai ficar omissa? Como que os vereadores vão concordar com tudo isso? Está um caos Bataguassu! Como terá harmonia de poderes? Não foi o prefeito que elegeu e reelegeu nenhum de vossas senhorias, foi o povo e são eles que estão sofrendo hoje", reclamou o vereador Renatinho.

Antes de terminar sua fala, Renatinho ainda diz que queria falar mais coisas, mas que iria chegar a oportunidade de falar e diz: "A política realmente é a arte de engolir sapo. Mas para tudo tem seu momento e sua hora. Não pense que as coisas são blindadas ou que as coisas estão escondidas. Nós sabemos do que está acontecendo! Mas tudo tem sua hora e o seu momento. Então, cuidado! Se quer harmonia trabalha dentro da lei e nada de pagamento por fora porque isso é contra e lei. Se quer trabalhar correto, então não faça o que vem fazendo porque nós sabemos e vamos tomar providência", alertou o parlamentar. 

Renatinho também se pronunciou no dia 26 de maio ao Jornal Cenário MS sobre o áudio onde a Chefe de Gabinete do prefeito Akira Otsubo (MDB), que também responde pela Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Políticas para Mulheres, Maria Aparecida Maia, onde ela propõe realizar pagamentos "por fora" a uma servidora do município e é objeto do processo de cassação contra Akira Otsubo. O vereador classificou o caso como um “escândalo” e no dia 21 de junho votou a favor da abertura do processo de cassação.

“É vergonhoso tamanho escândalo e falta de lisura com dinheiro público. Devemos investigar, pois percebe pelo áudio que foi um acerto político e certamente foi acordado no período eleitoral, e esse foi apenas um caso que veio a público, imagina os que já foram cumpridos e ainda não sabemos”, disse ele na época.

A reviravolta citada no início do texto, aconteceu na última segunda-feira (28), quando o vereador Renatinho surpreendeu todos e anunciou sua ida para compor a base aliada do prefeito ao ler um pronunciamento durante sua palavra livre.

"Venho aqui nesta tribuna anunciar que a partir de hoje estou na base do prefeito Akira. Dizer que fui convidado pelo prefeito para uma conversa e ali foi me passado e demostrado seu projeto de governo. Dizer que não sou partidarista e que tenho são minhas convicções políticas voltadas para a população e para aqueles que me ajudaram e confiaram para que eu pudesse estar aqui e os representasse. E dentro das minhas convicções, estar a harmonia entre os poderes, até mesmo pelo momento horrendo nós estamos vivendo. A onde estamos perdendo pessoas queridas do nosso município e sabemos que nesta questão todos nós temos responsabilidades. A eleição terminou e precisamos trabalhar juntos em prol da nossa população, pois cada governo trabalha diferente um do outro e não necessariamente precisa ser uma cópia fiel a outra. O que precisa é de um governo transparente e com lisura e responsabilidade e voltado por um único bem comum que são políticas públicas voltadas para o bem estar de nossa querida Bataguassu. Quero poder fazer, como fiz na legislatura passada e dar minha parcela de contribuição com meu trabalho junto ao Executivo. Dizer que não sou o salvador da pátria, tampouco tenho responsabilidade sobre sua administração, mas tenho o compromisso de continuar fiscalizando e levando as demandas do nosso povo até o prefeito Akira. Quero deixar claro, que não recebi nenhum tipo de vantagem de qualquer natureza. O que recebi e faço questão de ressaltar é o compromisso de aproximar mais as demandas de nossa população, com mais força participativa dentro da administração. Deixo Claro que o meu objetivo é ficar e fazer parte de algo bom, mas se entender que esse projeto não foi a melhor escolha, quero dizer que o meu verdadeiro compromisso fiel é com o nosso povo" disse o vereador

O discurso levantou críticas de uns e foi parabenizado por outros. A partir do dia 1º a Câmara entra em recesso e volta em agosto com as sessões ordinárias. Há nos bastidores novas noticiais de negociação com outros vereadores. Até a volta das sessões e até o início do andamento do processo de impeachment, as questões levantadas vão ficar 'no ar" e caberá aos eleitores avaliarem os seus eleitos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Bataguassu - MS
Atualizado às 06h41 - Fonte: Climatempo
15°
Tempo aberto

Mín. 14° Máx. 31°

15° Sensação
13.2 km/h Vento
44.2% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 33°

Sol
Segunda (26/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias