Terça, 24 de Maio de 2022
26°

Tempo aberto

Bataguassu - MS

Oeste Paulista Polícia

Taxista que desapareceu após corrida em Presidente Epitácio é encontrado morto

Taxista foi encontrado morto em uma fazenda entre os municípios de Marabá Paulista e o distrito de Cuiabá Paulista

22/12/2021 às 10h24 Atualizada em 22/12/2021 às 10h59
Por: Redacao Fonte: Cenario MS
Compartilhe:
José de Almeida Pereira, de 77 anos foi morto e teve seu carro roubado pelo criminoso
José de Almeida Pereira, de 77 anos foi morto e teve seu carro roubado pelo criminoso

O taxista José de Almeida Pereira, de 77 anos, morador em Presidente Epitácio que estava desaparecido desde da manhã de segunda-feira (20), quando câmaras de segurança o flagrou saindo com um homem que lhe pediu um corrida, foi encontrado morto em uma fazenda entre os municípios de Marabá Paulista e o distrito de Cuiabá Paulista.

José trabalhava com uma Chevrolet Spin. Após a família dar falta do idoso, comunicou seu desparecimento à Polícia Civil que a partir de então iniciou buscas pelo taxista e seu carro.

Nas investigações, os policiais descobriram por meio de câmeras de segurança que taxista havia feito uma viagem em direção à Cuiabá Paulista. A partir daí conseguiram localizar o carro através de uma câmera de um posto de gasolina. O veículo tinha marcas de sangue no interior. No vídeo da gravação o suspeito do crime estava só com o carro do taxista, abasteceu o veículo e comprou algumas coisas. Mais tarde a polícia encontrou o carro abandonado nas imediações de Cuiabá Paulista.

Em sequência as investigações, os policiais encontraram o suspeito nesta terça-feira (21) e ao interrogarem sobre o paradeiro do motorista, notaram que ele se mostrava nervoso e divergente nas versões do que havia acontecido durante a viagem. Em determinado momento ele pediu para os policiais o levassem em uma fazenda entre Marabá Paulista e Cuiabá Paulista e lá mostrou onde estava enterrado o corpo do senhor José de Almeida Pereira.

Em depoimento à polícia, o autor do crime que ainda não identificado, teria dito que matou o taxista a facadas e depois o enterrou. O homem foi preso e deve ser autuado por Latrocínio - roubo seguido de morte. 

O taxista José de Almeida Pereira, deixa cinco filhos e netos. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias