Terça, 24 de Maio de 2022
26°

Tempo aberto

Bataguassu - MS

Bataguassu Bataguassu

Urgente: Conselho Político rompe e secretários pedem demissão da administração Akira

Secretária de Saúde e Secretário de Infraestrutura pediram exoneração

17/01/2022 às 12h51 Atualizada em 17/01/2022 às 21h38
Por: Redacao
Compartilhe:
Conselho terá como membro o ex-prefeito e atual secretário-adjunto de Infraestrutura do Estado, Pedro Arlei Caravina (PSDB). (Foto: Assessoria)
Conselho terá como membro o ex-prefeito e atual secretário-adjunto de Infraestrutura do Estado, Pedro Arlei Caravina (PSDB). (Foto: Assessoria)

Membros do Conselho Municipal de Administração e Transparência Pública criado no início de novembro, com a missão de colaborar política e administrativamente com a administração de Bataguassu apresentaram hoje (17) um pedido de renúncia. Deixaram os cargos, o ex-prefeito de Bataguassu e atual secretário-adjunto de Infraestrutura do Estado de Mato Grosso do Sul, Pedro Arlei Caravina que era o presidente do conselho; a ex-primeira dama de Bataguassu Wanderleia Caravina que era suplente do presidente; o representante da Câmara Municipal, Cleyton Silva; a representante dos funcionários públicos, Nuciene dos Santos Silva e o representante da sociedade civil, o o empresário Claudio Kosloski.

Junto com os membros do conselho, pediram a exoneração dos seus cargos, a secretária Municipal de Saúde, Aline About e o Secretário de Infraestrutura, Marailson Pinheiro. Ambos Indicados pelo conselho.

A falta de autonomia do conselho, que tem como função principal zelar pelo cumprimento dos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência na Administração Pública Direta e Indireta, junto as decisões da administração Akira foi o principal motivo para saída dos membros. 

A administração Akira Otsubo até o momento não se manifestou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias