Terça, 24 de Maio de 2022
26°

Tempo aberto

Bataguassu - MS

Geral Ampliação irregular

Cetesb interdita aterro sanitário de Dracena e lixo urbano recolhido fica retido em caminhões

Prefeitura comunicou que projeto já foi protocolado na companhia estadual para a execução de nova trincheira para o recebimento dos resíduos.

04/05/2022 às 13h54
Por: Rodrigo de Freitas Fonte: g1 Presidente Prudente
Compartilhe:
Prefeitura comunicou que já protocolou projeto na Cetesb para execução de nova trincheira — Foto: Prefeitura de Dracena
Prefeitura comunicou que já protocolou projeto na Cetesb para execução de nova trincheira — Foto: Prefeitura de Dracena

O aterro sanitário de disposição de resíduos sólidos urbanos de Dracena (SP) foi interditado de forma definitiva pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A Prefeitura declarou ter tomado conhecimento da situação nesta terça-feira (3). Por enquanto, não haverá alteração no cronograma de coleta de lixo na cidade.

Em nota ao g1, a Cetesb informou que a interdição, realizada na segunda-feira (2), foi motivada por uma ampliação do aterro sem as devidas autorizações ambientais.

“Em razão do esgotamento da vida útil do aterro sanitário, o Município realizou uma ampliação sem as licenças ambientais, acarretando problemas operacionais e estruturais do sistema, em inobservância às determinações e aos autos de infrações anteriormente impostas pela Cetesb”, explicou.

Ainda foi esclarecido pela companhia estadual que o município de Dracena está “em fase de licenciamento da ampliação do aterro sanitário – nova trincheira”. “A Cetesb aguarda a apresentação de documentação complementar para a continuidade da análise”, acrescentou.

“Em caráter emergencial e transitório, a municipalidade deverá tomar providências para que os resíduos sólidos sejam dispostos em outro aterro sanitário regular, até a obtenção do licenciamento para o novo aterro”, salientou a Cetesb, ainda em nota.

 

Lixo nos caminhões

Em nota divulgada nesta quarta-feira (4), a Prefeitura declarou que “medidas judiciais cabíveis foram adotadas, visando [a] uma solução para a questão”.

“O lixo recolhido desde então foi coletado, porém, ainda não foi descartado, continua nos caminhões, em respeito à determinação da Cetesb”, disse a Prefeitura.

Ainda conforme o comunicado, o prefeito André Kozan Lemos (PATRIOTA) alegou que até o momento não houve transtornos à população.

“Desde o início do ano passado, estamos buscando solucionar problemas com relação ao aterro, uma vez que, ao assumirmos, descobrimos que a cidade já não tinha onde descartar seu lixo doméstico. Providenciamos um projeto, que já se encontra devidamente protocolado na Cetesb, visando à execução de nova trincheira para o recebimento do lixo, cuja capacidade é para um período de mais de 10 anos, porém, ainda não foi aprovado e, portanto, não pudemos licitar a construção da mesma”, esclareceu o chefe do Poder Executivo de Dracena.

Até o momento, não haverá alteração no cronograma de coleta de lixo.

 

Reprodução: g1 Presidente Prudente

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias